Bancários aprovam, por unanimidade, a não devolução da Taxa Negocial
22/11/2018

Os bancários de Santa Maria e região decidiram que a Taxa Negocial que coube ao Sindicato, proveniente da Campanha Salarial 2018, não será devolvida. A decisão foi tomada por unanimidade em assembleia geral extraordinária, na AABB, nessa quarta-feira (21).

A reunião começou com a direção do Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região detalhando como se originou a Taxa Negocial, que prevê a contribuição negocial de 1,5% sobre o salário e PLR dos trabalhadores, com teto. O percentual é menor do que a soma do imposto sindical (que era de 3,33% ou um dia de trabalho descontado em março, sem teto) e da contribuição assistencial.

Os diretores do Sindicato propuseram a possibilidade de devolução da Taxa Negocial para os bancários que desejassem ter o dinheiro de volta. Nesta hipótese, seria aberto um prazo para reivindicar a devolução, assim como um prazo para efetuação do repasse do Sindicato aos solicitantes.

Na assembleia, os presentes debateram os prós e contras, analisando também o financiamento da continuidade da luta sindical e a saúde financeira do Sindicato.

Os bancários concluíram que a forma como foi aprovada a Taxa Negocial, ao final da Campanha Salarial, não foi a mais adequada, pois não houve espaço para oposição.

Todavia, a categoria reconheceu a importância do Sindicato e sua atuação em defesa dos direitos dos bancários, optando, desta forma, pela não devolução da Taxa Negocial, prevista na cláusula 5ª da CCT Fenaban/PLR 2018/2020, correspondente a 70% de 1,5% dos proventos e 70% do 1,5% cobrado sobre a PLR.



Maiquel Rosauro, Jornalista (MTB/RS 13334)
Assessor de imprensa
Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região
(55) 996-811-384


[Voltar]

Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região - Rua Dr. Bozano, 1147 - Ed. Marilene, Salas 301, 302 e 306 CEP: 97.015-003 - Santa Maria/RS
Fone: (55) 3222.8088 - E-mail: contato@bancariossm.org.br