Banrisul sinaliza sobre renovar ACT, mas com condicionantes

Renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), concurso público e valorização dos Operadores de Negócios foram as pautas prioritárias levadas pelo Comando Nacional dos Banrisulenses à mesa de negociação com o Banrisul nesta terça-feira, 26 de julho, na sede da Fetrafi-RS. O Banco sinalizou que pretende renovar o acordo sem retirada de direitos, mas colocou que trará algumas condicionantes para a negociação.

Segundo os representantes do Banrisul, desde a entrega da pauta de reivindicações, em 11 de julho, o Banco vem estudando o documento e que deve apresentar também uma pauta onde propõe “aprimoramentos” ao ACT. “Vamos ver o que o Banco nos trará, pois aprimoramento para nós é avanço de direitos e não o contrário”, frisou a diretora da Fetrafi-RS Raquel Gil. “Teremos uma negociação condicionada, mas acho que avançamos bastante hoje, porque reiteramos as prioridades da campanha e montamos um calendário para as próximas semanas de negociação”, completou o presidente do SindBancários Porto Alegre e Região, Luciano Fetzner.

Uma das colocações dos negociadores é de que o Banrisul precisa de “segurança jurídica” e que para garanti-la terá que propor mudanças em algumas cláusulas do ACT vigente. “Vamos analisar as condicionantes que o banco vai apresentar, mas não podemos deixar que a questão da segurança jurídica represente uma fragilização dos direitos conquistados historicamente”, afirmou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro de Florianópolis e Região (Sintrafi-SC), Cleberson Pacheco Eichholz.

O Banrisul trouxe para a mesa a questão do Plano de Demissão Voluntária (PDV), que havia anunciado por meio de Fato Relevante, mas a proposta ainda será encaminhada para análise dos representantes dos(as) empregados(as). Os moldes do PDV, segundo os negociadores, não fogem do que foi negociado em 2020.

Contudo, os membros do Comando Nacional dos Banrisulenses na mesa foram taxativos: primeiro será discutido o concurso público para repor também as vagas perdidas com o PDV anterior. “Queremos a reposição imediata do PDV de 2020 e deste apresentado agora pelo Banco”, pontuou o diretor da Fetrafi-RS Sergio Hoff.

“Vamos ver qual o perfil que o Banco vai definir para este PDV, pois uma das nossas prioridades é defender a manutenção do Banrisul público e isso só é possível com a participação do funcionalismo, que é quem garante os bons resultados do Banco”, pontuou a diretora da Fetrafi-RS Ana Maria Betim Furquim.

Veja o calendário das próximas reuniões:
2 de agosto – Cabergs e Saúde no Trabalho (Cláusulas 15 a 23 e 32 a 33)
9 de agosto – Respeito no Ambiente de Trabalho (Cláusulas 11, 12 e 13, e de 24 a 26)
16 de agosto – Segurança Bancária (Cláusulas 27 a 31)
23 de agosto – Cláusulas Econômicas (2 a 10)

Fonte: Fetrafi/RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − oito =