Sindicato apoia manifestações culturais do dia 1º de maio

O Dia do Trabalhador e da Trabalhadora será marcado por manifestações artísticas apoiadas pelo Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região. Os atos iniciam às 10h, desta segunda-feira (1º), na Associação de Moradores Estação dos Ventos, localizada no Bairro KM 3, em Santa Maria.

“O Sindicato dos Bancários tem a honra de colaborar com esta atividade encabeçada pela Sedufsm e Movimentos Sociais. Nossos colegas trabalhadores de todas as categorias passaram um período conturbado nos últimos anos, tanto em virtude das dificuldades econômicas, quanto às condições sanitárias impostas pela pandemia de covid-19 e ao governo que vinha sistematicamente massacrando a classe trabalhadora”, afirma o diretor de Comunicação do Sindicato, Márcio Kolinski.

O Brasil vive um período intenso de transformação desde o pleito que elegeu Luiz Inácio Lula da Silva (PT) presidente do Brasil. Porém, é preciso seguir vigilante para que os trabalhadores mantenham seus direitos e conquistem avanços.

“A esperança é grande de que o governo do presidente Lula tenha a força necessária para iniciar uma recuperação das condições de vida de todos os brasileiros. Mas nunca ganhamos nada sem luta e mobilização. Mesmo nos governos mais alinhados com a classe trabalhadora é primordial ocupar espaços e não baixar a guarda. Lembro-me de um lema usado em uma campanha salarial dos bancários no passado: Só a luta te garante!”, afirma Kolinski.

Conforme o dirigente da Sedufsm, Leonardo Botega, o KM3 foi escolhido em virtude da importância política das pessoas e dos movimentos que ali germinam diariamente.

“O primeiro de maio é um momento de muita representatividade para os trabalhadores e as trabalhadoras e nada melhor do que ser rememorado num espaço cheio de significado para a luta social em Santa Maria. O KM 3 sempre foi símbolo de resistência, desde a luta ferroviária até a luta pela moradia. Nesse local histórico, em um momento onde os grandes temas relativos aos rumos do país voltaram à agenda nacional, é que iremos dialogar com a população a partir do chamado Um Brasil digno para a classe trabalhadora”, explica Botega.

Maiquel Rosauro
Assessor de imprensa
Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − seis =