Bancários de Santa Maria participam de protesto contra Bolsonaro

Bancários de Santa Maria e região marcaram presença nos protestos contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), neste sábado (29). O 29M, como o ato foi chamado, reuniu milhares de pessoas pelo país.
Em Santa Maria, a mobilização concentrou-se no Centro da cidade. É o maior protesto realizado no município desde o início da pandemia de covid-19.
E foi justamente a forma irresponsável que o governo Bolsonaro conduz as políticas de enfrentamento à pandemia que provocou os atos deste sábado.
“É necessário um basta. Não podemos ficar esperando as eleições de 2022. A situação é grave. Na mesma direção vai o governo Leite, que apesar de se apresentar como uma via alternativa, segue a mesma política genocida onde troca a vida dos gaúchos por votos nas privatizações”, afirma o diretor de Comunicação do Sindicato, Márcio Kolinski.
O governo de Eduardo Leite (PSDB) tenta aprovar na Assembleia Legislativa uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que, se aprovada, retirará o direito de os gaúchos decidirem, em plebiscito, se desejam ou não vender o Banrisul, Corsan e Procergs. O Movimento Sindical vem, há meses, travando uma intensa mobilização contra a aprovação da proposta.
Durante o ato deste sábado, em Santa Maria, foram distribuídas máscaras PFF2 e álcool em gel. Os organizadores também solicitavam para que os manifestantes abrissem os braços para garantir que estavam mantendo o distanciamento social.
Maiquel Rosauro, Jornalista (MTB/RS 13334)
Assessor de imprensa
Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =