Banrisul reabre, até 14 de maio, possibilidade de adesão ao Acordo das RVs

O Banrisul comunicou o Sindicato que reabrirá, até o dia 14 de maio, o prazo de adesão a um acordo judicial para os funcionários desistirem das ações de Remunerações Variáveis (RVs). O banco propõe o pagamento de um valor e, em troca, o bancário dará quitação das referidas ações.

Desde a Reforma Trabalhista, que ocorreu em 2017, o empregador tem a prerrogativa de oferecer acordos individuais em ações coletivas. Na prática, o subterfúgio permite reduzir despesas e passivos de ações coletivas propostas pelos sindicatos representativos.

Conforme o diretor de Comunicação do Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região, Marcio Kolinski, os valores oferecidos pelo banco podem não corresponder ao que efetivamente é devido pelo Banrisul.

“Haverá um deságio em que o colega receberá bem menos do que deveria se o processo corresse normalmente. Portanto, julgamos que seja muito desvantajoso para os colegas que aderirem. Provavelmente os valores serão mais expressivos ao final do processo”, pondera.

Os valores foram calculados pelo próprio banco e, sobre esse valor, haverá um deságio (desconto) de 25% em uma das ações e 35% em outra. O funcionário que aceitar o acordo dará quitação total das ações e sairá da lista de substituídos do processo. Para quem não aderir, o processo segue normalmente e os valores serão calculados conforme a legislação vigente por perito habilitado pela justiça.

Ao aderir o funcionário assinará um termo de desistência da ação e dará quitação total das referidas ações, sendo que a decisão tem caráter irrevogável, e abrirá mão de quaisquer valores a mais que a ação poderá proporcionar.

Lista e valor
Para saber se o seu nome consta na lista do acordo que o banco enviou, o Sindicato disponibiliza o e-mail: acordobanrisul@bancariossm.org.br.

O bancário deve enviar, via e-mail, seu nome completo, matrícula e CPF. Caso o nome esteja na lista do acordo, o Sindicato encaminhará e-mail informando o valor a ser recebido e os termos para assinatura. Caberá ao bancário imprimir o documento, assinar, digitalizar e encaminhar novamente ao Sindicato por e-mail.

Não é permitida consultas via WhatsApp. O processo pode ser feito pessoalmente, na Sede I do Sindicato (Rua Dr. Bozano, 1147, sala 301).

Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 6 =